Imprensa

Tamanho do Texto:

Novidades do mês de Fevereiro 2012

24/02/2012

Hospital e Maternidade Santa Joana é referência em baixos índices de infecção hospitalar

Há muitos anos, o Hospital e Maternidade Santa Joana investe em ações que o colocam em posição de destaque no segmento de saúde no aspecto do controle de infecção hospitalar. Além de contar com uma comissão permanente dedicada ao tema, a instituição beneficia-se da disseminação de uma verdadeira cultura de prevenção, envolvendo praticamente todos os setores do hospital.


No ano de 2011, o hospital manteve índices similares aos obtidos nos últimos anos, comprovando a eficácia e a continuidade das medidas adotadas. “Esses dados refletem o esforço das instituições em aferir todas as infecções possíveis, inclusive após a alta da mãe e do bebê”, comenta Dra. Rosana Richtmann, infectologista e presidente da CCIH do Hospital e Maternidade Santa Joana.


Além de aferir dados de infecção durante a internação, o Santa Joana também questiona os pacientes em eventuais retornos e também via e-mail, em um processo conhecido como vigilância pós-alta.


Índice de infecção hospitalar
Centro Cirúrgico - 0,1%
Nº de cirurgias - 6.844
Centro Obstétrico - 0,3%
Nº de partos - 11.489

Por que nossas taxas são tão baixas?
- Atualização do protocolo de profilaxia antimicrobiana cirúrgica (disponível em toda a rede informatizada do hospital)
- Protocolo de prevenção de infecção neonatal pelo estreptococo tipo B: o estreptococo do grupo B é um importante causador de sepse neonatal precoce. Sua prevenção é realizada pela pesquisa da colonização materna e da antibioticoprofilaxia intra-parto. Através de um protocolo institucional pioneiro, envolvendo amplamente vários setores hospitalares, o Santa Joana mantém altos índices de identificação de mães colonizadas e de antibioticoprofilaxia adequada e, dessa forma, prevenindo a ocorrência de inúmeras infecções neonatais potencialmente graves.
- Campanhas internas de vacinação
- Grupo de higiene das mãos: voltado para as UTIs Neonatal e Adulto, envolve também os pais e os pacientes, que são estimulados a verificar com os profissionais da assistência o cumprimento efetivo das medidas de higienização das mãos.

Voltar

Prezado jornalista, entre em contato com a nossa assessoria de imprensa Máquina da Notícia. Os telefones são:

Adriana Pedroso

Tel.: 3147-7456

Cel.:(11) 97439-2140

adriana.pedroso@grupomaquina.com

Camila Duran

Tel.: 3147-7929

camila.duran@grupomaquina.com

Renata Asprino

Tel.: 3147-7389

Cel.: (11) 98644-4740

renata.asprino@grupomaquina.com