Imprensa

Tamanho do Texto:

Novidades do mês de Abril 2011

13/04/2011

A chupeta atrapalha a amamentação?

Sempre polêmicos, dois novos estudos afirmam que o acessório não prejudica o aleitamento materno. Veja o que dizem os médicos brasileiros.

Falar do uso de chupeta é sempre tocar em um assunto polêmico. A Organização Mundial da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria não recomendam o uso. Algumas pesquisas já mostraram que ela poderia influenciar no desmame precoce, outros refutam essa informação, como é o caso de uma recente revisão de dois estudos, publicada no jornal The Cochrane Library.

Na pesquisa maior, 1.021 mulheres, que já estavam amamentando há duas semanas, foram divididas em grupos. Algumas foram aconselhadas a oferecer a chupeta ao filho se houvesse necessidade, como para confortar o choro, outras receberam a recomendação de evitá-la. No outro estudo, 281 mães também foram divididas com o mesmo critério, porém elas estavam começando a amamentar. Todas estavam motivadas com a amamentação. O resultado de ambos revelou que a chupeta não influenciou na quantidade de bebês que foram amamentados exclusivamente com o leite materno até os 3 e 4 meses. Apesar disso, ela não avaliou os efeitos do uso do acessório sobre a saúde e o desenvolvimento das crianças a longo prazo.

Se você pensa que isso libera o uso indiscriminado da chupeta, está enganada. Débora Passos, pediatra-neonatologista do Hospital Santa Joana (SP), diz que o fato da pesquisa ter sido feita apenas com mulheres que tinham o desejo de amamentar é um diferencial importante. Se o grupo fosse heterogêneo, com mães que não demonstrassem essa vontade, talvez o período de amamentação exclusiva fosse menor.

Segundo Cid Pinheiro, pediatra do Hospital São Luiz (SP), se a mãe opta por usar a chupeta no filho, isso deve ser feito com – muito! – critério. “Quando o bebê chora, é importante primeiro eliminar os principais motivos do choro, como fralda suja, cólica, fome ou apenas colo. Descartada essas possibilidades, ela poderia usar a chupeta, por dois, três minutos. Depois, com calma, deve ser retirada”, diz. O especialista explica que o ato de sugar traz prazer para os bebês pequenos, por isso se acalmam. Porém, o acessório não deveria ser oferecido aleatoriamente, como na hora de dormir, por exemplo. O que, na prática, pode não ser tão simples assim. Por isso, o aprendizado que se pode tirar de ambos os estudos é algo que os pais já suspeitavam: chupeta, só com moderação.

Voltar

Prezado jornalista, entre em contato com a nossa assessoria de imprensa Máquina da Notícia. Os telefones são:

Adriana Pedroso

Tel.: 3147-7456

Cel.:(11) 97439-2140

adriana.pedroso@grupomaquina.com

Camila Duran

Tel.: 3147-7929

camila.duran@grupomaquina.com

Renata Asprino

Tel.: 3147-7389

Cel.: (11) 98644-4740

renata.asprino@grupomaquina.com