Conheça o Santa Joana

História da Maternidade Santa Joana

Tamanho do Texto:

Nossa História

No final da década de 40, vários médicos recém-formados da unidade de Cirurgia de Mulheres da Santa Casa de São Paulo não conseguiam encontrar leitos para suas pacientes, então, tiveram a idéia de criar uma casa de saúde.

Em agosto de 1948, uma residência com mais de 40 tipos de rosas no jardim, localizada na rua Tupinambás, passou por uma reforma para se transformar na Casa de Saúde Santa Joana. Entre os 33 sócios da instituição, 18 eram médicos. Dentre eles, o dr. Eduardo Amaro. E o nome Santa Joana originou-se do nome de sua mãe Joana, nome este dado em homenagem a Santa Joana de Chantal, católica que mesmo de família rica, passou por privações para ajudar famílias carentes na França do século XVI.

O dr. Amaro tinha verdadeira paixão pela medicina e trabalhou até o último dia de sua vida. Era muito querido pelos funcionários, que na ocasião de sua morte, quiseram prestar-lhe uma homenagem e fizeram um abaixo-assinado para que a Rua da Casa de Saúde levasse o seu nome.

Em 1948 a casa tinha 18 leitos voltados para doentes particulares e a média era de 10 partos por mês. O caráter de maternidade tomou forma com os anos. A família Amaro assumiu o controle acionário do hospital em 1976, e em julho de 1978, a casa fez o parto de número 18 mil.

Na década de 70, com a entrada dos planos de saúde, o ritmo de crescimento da Santa Joana tomou um forte impulso e foi possível sua primeira ampliação. E onde era a casa de flores surgiu uma nova maternidade com 80 leitos.

A partir de 1991, foi inaugurada uma nova ala, e assim foi possível a realização de mil partos por mês. Com a incorporação de mais um prédio, nasceu o Hospital e Maternidade Santa Joana – um local de arquitetura arrojada, conforto, hotelaria de primeiro mundo e tecnologia médica de última geração.

Hoje, todos os departamentos do hospital têm certificação internacional e tudo o que está relacionado a mãe e bebê pode ser resolvido em suas instalações.

O Hospital e Maternidade Santa Joana é referência para os médicos em parto de alto risco e anestesia obstetrícia. Também somos filiados ao Instituto Vermont Oxford, instituição que reúne as 700 melhores unidades neonatais do mundo com o intuito de obter as melhores práticas e resultados nos tratamentos dos recém-nascidos prematuros.

Fomos os pioneiros no conceito de suítes LDR (Labor Delivery Room): apartamentos que se transformam em uma moderna e confortável sala de partos para que o bebê possa nascer ali mesmo junto do pai e da mãe. E o primeiro a desenvolver o Método Canguru (bebê prematuro que vai para o colo do pai ou da mãe), onde o contato pele a pele é vital para o desenvolvimento neuropsicomotor do recém-nascido.

As nossas UTI´s são referência para médicos por serem especializadas em complicações durante a gravidez de alto risco e no atendimento ao bebê prematuro com equipamentos de última geração, equipe multidisciplinar para prestar assistência individualizada ao paciente e à sua família.

Aqui, priorizamos a vida. Humanização dos profissionais, dos procedimentos e do ambiente. Esse é o conceito que o Dr. Eduardo Amaro impregnou no espírito de cada funcionário do Hospital e Maternidade Santa Joana desde a sua inauguração até os dias de hoje.