Depressão Pós-Parto: Atenção com a Tristeza pós-parto

O nascimento de um bebê pode ser o momento mais feliz da vida dos pais, mas o sentimento de tristeza da mãe logo após a gravidez é relativamente comum.

Todo o processo de gestação e pós-parto levam o corpo da mulher a enormes mudanças hormonais. “A depressão pós-parto é parecida com a tensão pré-menstrual,” explica a enfermeira Thalita Halasc, do Hospital e Maternidade Santa Joana. “Não tem nada do tipo: ‘ela não queria ter bebê e teve depressão pós-parto’. Tem gente que quer muito ter filho, mas tem depressão pós-parto,” ela esclarece.

A insegurança, no caso do primeiro filho, o temor natural de não se tornar uma boa mãe, também pode agravar o quadro. “O medo dela de não saber cuidar da criança também causa estresse. Tem gente que tem até síndrome do pânico, mas tudo por causa desse medo absurdo de não conseguir dar conta de tudo,” diz Thalita. O importante é, quando surgir algum sinal de depressão pós-parto, procurar o auxílio de um profissional capacitado para diagnosticar e, se necessário, tratar o problema.

 

Share

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*